domingo, 18 de maio de 2014

RIO, CIDADE CABELUDA

Este trabalho fez parte da exposição de conclusão do "PESQUISA 2013, A QUESTÃO DO ESPAÇO NA ARTE", curso ministrado por Glória Ferreira e Luiz Ernesto de Moraes na EAV, Parque Lage,  Rio de Janeiro.
Utilizando de um material com que eu vinha trabalhando, construí uma grande tela coberta de cabelo humano. Essa tela se constituiu num Site Specific, ocupando uma das paredes da galeria 2, enquanto as demais permaneceram brancas.
O objetivo dessa ocupação foi trabalhar com o espaço geográfico e social. Ao coletar cabelo humano, durante meses, por várias regiões da cidade, desde o Leblon às comunidades de Rio das Pedras e Vila Kenedy para depois misturá-los e criar uma tela de texturas e cores variadas, procurei romper com a ideia de cidade partida.
Assim, lada a lado, através dos cabelos, estavam ali, a madame e a funkeira, o playboy e o menino  da comunidade.
O título " Rio, cidade cabeluda" faz referência à quantidade de cabelo usada, 3o metros quadrados, e à expressão popular que remete à intensidade, para o bem e para o mal.





 




Nenhum comentário:

Postar um comentário